segunda-feira, 24 de setembro de 2007

Da minha varanda.


Da minha varanda., upload feito originalmente por pqueirozribeiro.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O bem-te-vi (Brasil) ou grande-kiskadi (Portugal) é uma ave passeriforme da família dos tiranídeos de nome científico Pitangus sulphuratus, que provêm de pitanga guassu, ou seja, pitanga grande, forma pela qual os índios brasileiros tupi-guarani o chamavam; e do latim sulphuratus, pela cor amarela como enxofre no ventre da ave. A espécie é ainda conhecida pelos índios como pituã, pitaguá ou puintaguá. Outras acepções existentes são triste-vida, bentevi, bem-te-vi-verdadeiro, bem-te-vi-de-coria, tiuí, teuí, tic-tiui e siririca (somente para fêmeas). A versão portuguesa da palavra se assemelha com a anglófona: great kiskadee. Na Argentina é conhecido como bichofêo, vintevêo e bentevêo; na Bolívia como frío; e de qu'est -ce na Guiana Francesa.

Os únicos representantes do género Pitangus eram o bem-te-vi e a espécie Pitangus lictor [1], porém atualmente só uma espécie enquadra-se neste género, o próprio bem-te-vi. A espécie Pitangus lictor agora é sinonímia da atual Philohydor lictor, o bem-te-vizinho [2].

A escrita bentevi não é reconhecida pelo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa.[3]

Medindo cerca de 23,5 cm, caracteriza-se principalmente pela coloração amarela viva no ventre e uma listra branca no alto da cabeça, além do canto que nomeia o animal. Considerado um dos pássaros mais populares do Brasil, é um dos primeiros a vocalizarem ao amanhecer.

Upload feito por pqueirozribeiro em 24 Set '07, 7.03 BRT.

Um comentário:

Flavina disse...

Lindo momento esse....
Único.
Parabéns pela paciência de saber esperar o momento certo de tirar a foto.
Preciso aprender...
Um beijo