sábado, 3 de janeiro de 2009

Brincando com curvas e filtros


Bincando com curvas e filtros, upload feito originalmente por pqueirozribeiro.

Foto com uma SMCP-FA Macro 100mm, F2.8.(ano 1997 japonesa)

4 comentários:

Eduardo P.L disse...

Paulo,

a natureza vista através de filtros e lentes "desumanas"...
Outra natureza! Recriada!

pqueirozribeiro disse...

Obrigado Xará!

Flavina disse...

A curva dos teus olhos
dá a volta ao meu peito
É uma dança de roda e de doçura.
Berço noturno e auréola do tempo

Folhas do dia e musgos do orvalho,
Hastes de brisas, sorrisos de perfume,
Asas de luz cobrindo o mundo inteiro,
Barcos de céu e barcos do mar,
Caçadores dos sons e nascentes das cores.

Perfume esparso de um manancial de auroras
Abandonado sobre a palha dos astros,
Como o dia depende da inocência
O mundo inteiro depende dos teus olhos
E todo o meu sangue corre no teu olhar.

Paul Éluard (1895- 1952) in "Algumas das Palavras"
(Tradução de António Ramos Rosa)



Para uma belíssima imagem, um igualmente belo poema.Onde olhos alcançam, mas que olhares interiores penetram. Profundamente, como seu olhar alcançou nessa foto.
Cada dia mais sensível.
Beijos meus.

Camaleona disse...

Precioso.